Linha de Atendimento Pediátrico no Hospital do Litoral Alentejano

Linha de Atendimento Pediátrico no HLA

LAPed

Linha de Atendimento Pediátrico

Houve necessidade no contexto da atual pandemia, de cancelar todas as consultas programadas de Pediatria no Hospital do Litoral Alentejano, ficando disponível uma linha de Linha de Atendimento Pediátrico para os pais e para os profissionais de saúde que necessitem de esclarecer questões relacionadas com o estado de saúde das crianças:

Quando ligar para esta linha é útil que tenha preparada a informação que lhe será sempre pedida independentemente da razão do contacto:

Linha de Atendimento Pediátrico LAPed – todos os dias das 9 às 24h
968 503 644 – 965 216 671

Nome completo da criança e idade ou data de nascimento

Nº de utente do SNS ou Nº de processo do HLA, se possível

Tem alguma doença crónica? Onde é seguida e que medicação toma?

Contacto telefónico e/ou endereço eletrónico (email) Interessa também sempre saber:

Se tem febre, qual a temperatura medida com termómetro

Se tem tosse, expetoração dificuldade a respirar?

Tem dificuldade em se alimentar, vómitos ou diarreia?

Prostração ou sonolência excessiva?

Que medicamentos já tomou?

Está mais alguém doente?


Esta via de comunicação não pretende substituir o contacto com:
o seu Médico Assistente ou o seu Centro de Saúde
INEM – Emergência Médica – 112
SNS24 – 808 24 24 24

Se houve indicação para isolamento foi-lhe entregue um folheto onde consta toda a informação geral, contudo para as crianças alguns destes aspetos são particulares:
Não sair de casa e manter a criança sempre na companhia de um adulto que não seja considerado de maior risco para este vírus (> 65 anos, com doenças crónicas ou defesas diminuídas e grávidas).

Cuidados domiciliários em crianças com Covid-19


O quarto onde fica deve ter janela que pode ser aberta e a criança pode sair se tiver um quintal e/ou jardim na sua casa, desde que não contacte com outras pessoas além do principal cuidador (caso a sua situação clinica o permita).


Evitar espaços comuns – alternar horas de refeição com os outros elementos da família ou manter distância de 2 metros.

Manter hidratação e alimentação saudável, oferecer água e líquidos e assegurar-se que a criança tolera.


Cuidados com a roupa. As roupas devem ser colocadas num saco fechado até serem lavadas, não sacudir a roupa antes de ir para a máquina de lavar, lavar a roupa com detergentes habituais (60ºC). Lavar as mãos após manusear roupa suja.


Não partilhar livros, brinquedos, telemóveis ou tablets, se não for possível, desinfetar antes e depois de cada utilização.


Visto a criança não poder receber visitas deve ser incentivada a comunicação com familiares e amigos através do telefone e ou outras novas tecnologias de comunicação à distância.


Mantenha a calma e muita paciência. Pode recorrer a várias propostas na internet para brincar e entreter os mais pequenos. Esta é uma das muitas opções disponíveis: www.coronakids.pt/

Contactos que podem ser úteis:

 Quando lhe deram indicação para isolamento no domicílio devem ter-lhe dado um número de telefone para contactar se fosse necessário e em princípio é o único que vai ter necessidade de utilizar. Escreva-o ou memorize-o no seu Telefone

No entanto;

 Pode sempre contactar o seu Centro de Saúde.
 Pode contactar um Pediatra do HLA se considerar necessário: 968 503 644 / 965 216 671 ou por email: hla.pediatria@ulsla.min-saude.pt

 Não esqueça ainda o número nacional: SNS24 808 24 24 24

 Em caso de emergência: 112

Contactos dos Centros de Saúde:

Alcácer do Sal 265 610 500 ulsla.csalcacer@ulsla.min-saude.pt

Grândola 269 450 200 / 269 450 210 ulsla.csgrandola@ulsla.min-saude.pt

Odemira 283 320 130 ulsla.csodemira@ulsla.min-saude.pt

Santiago do Cacém 269 750 308 / 269 750 290 ulsla.cssantiago@ulsla.min-saude.pt

Santo André 269 708 450 / 269 708 453 ulsla.cssantiago@ulsla.min-saude.pt

Sines 269 870 440 / 269 870 445 ulsla.cssines@ulsla.min-saude.pt

É verdade que esta infecção é um problema sério. É nestas situações que é fundamental estar bem informado, manter a calma e fazer o que é preciso.

Se todos fizermos isso e não alinharmos em alarmismos desnecessários e atitudes não fundamentadas vamos conseguir que este problema mais depressa seja ultrapassado.

Outros Comunicados ULSLA

DutchEnglishFrenchGermanItalianNorwegianPortugueseSpanish
error: Content is protected !!